"5 fatos que mostram como é difícil para o governo Bolsonaro ‘desmamar’ do estatismo"

Publicado em 12/02/2019 12:48
102 exibições
"Tensão entre a equipe econômica e o restante da Esplanada dos Ministérios põe em dúvida até onde vai a agenda liberal da nova administração federal"

Convertido ao liberalismo às vésperas da campanha eleitoral, o hoje presidente Jair Bolsonaro (PSL) desde então provoca dúvidas sobre seu real comprometimento com essa orientação econômica – que defende, por exemplo, o livre mercado, um Estado enxuto, pouquíssima intervenção estatal na economia e redução de impostos. 

Ao nomear o ultraliberal Paulo Guedes para o Ministério da Economia, Bolsonaro mostrou que o compromisso era sério. Mas, após a posse, as tensões entre a equipe econômica liberal do governo com outras alas ficaram evidentes.

A Gazeta do Povo elencou cinco fatos que reacendem a discussão: a nova gestão vai se livrar mesmo do vício do estatismo e da pressão de setores privados para não “desmamar das tetas” do Estado?

1) Agricultura contra o “desmame” radical dos subsídios

2) Estatais, o ópio do Estado que o novo governo não consegue largar

3) Prorrogação de isenções fiscais na Amazônia e no Nordeste

4) Na campanha, discurso de corte de impostos. No governo, possibilidade de aumentá-los

5) Após Brumadinho, governo avaliou possibilidade de intervir na Vale

Leia a reportagem completa no site Gazeta do Povo 

 

 

 

 

 

Fonte Gazeta do Povo

Nenhum comentário