Índices da China avançam após Trump indicar prorrogação de trégua comercial

Publicado em 13/02/2019 08:11
105 exibições

LOGO REUTERS

HONG KONG (Reuters) - As ações chinesas subiram com força nesta quarta-feira, avançando pela quarta sessão seguida, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu que o prazo para Pequim e Washington alcançarem um acordo comercial pode ser prorrogado.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 2 por cento, para o nível mais alto desde o final de setembro. O índice de Xangai teve alta de 1,84 por cento, chegando a 2.721,07 pontos, nível que não era visto desde 10 de outubro de 2018.

Ambos os índices registraram os maiores ganhos percentuais diários desde 4 de janeiro.

O subíndice do setor financeiro ganhou 1,9 por cento, o setor de consumo subiu 1,6 por cento e o de saúde teve alta de 1,5 por cento.

Trump afirmou na terça-feira que pode deixar o prazo de 1 de março para um acordo comercial com a China "passar um pouco", indicando possível adiamento pela primeira vez.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,34 por cento, a 21.144 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,16 por cento, a 28.497 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,84 por cento, a 2.721 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,00 por cento, a 3.397 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,50 por cento, a 2.201 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,07 por cento, a 1.090 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,19 por cento, a 3.239 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,25 por cento, a 6.063 pontos.

(Reportagem de Noah Sin)

Fonte Reuters

Nenhum comentário