Dólar recua ante real com expectativa sobre texto da reforma da Previdência

Publicado em 14/02/2019 18:20 e atualizado em 14/02/2019 18:50
79 exibições

LOGO REUTERS

Por Laís Martins

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar encerrou com leve queda nesta quinta-feira, após sessão volátil enquanto o mercado aguardava decisão do presidente Jair Bolsonaro sobre a reforma da Previdência, que acabou sendo divulgada pouco após o fechamento.

O dólar recuou 0,34 por cento, a 3,7401 reais na venda. Na máxima do pregão, tocou 3,7960 reais e na mínima, alcançou 3,7348 reais. O dólar futuro acelerou a queda, quase tocando 1 por cento. Às 17h25, operava em queda de 0,8 por cento, após o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, divulgar detalhes da proposta.

Marinho anunciou que Bolsonaro tomou uma decisão final para que a idade mínima de aposentadoria na proposta seja fixada em 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com período de transição de 12 anos. O secretário afirmou ainda que o texto da reforma deve ir ao Congresso em 20 de fevereiro.

"Isso mostra que a equipe econômica do governo, junto com Bolsonaro, está se posicionando de maneira mais firme. Mercado gosta disso sem dúvida alguma", afirmou o analista de câmbio da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva Filho.

"Agora existe um segundo momento que vai trazer bastante volatilidade ao mercado que é sobre como esse texto vai tramitar nas Casas. Agora começa a verdadeira briga", avaliou.

No exterior, como pano de fundo, investidores monitoraram avanços nas negociações comerciais de mais alto nível entre chineses e norte-americanos. A Bloomberg noticiou que o presidente norte-americano, Donald Trump, está avaliando adiar o prazo para aumento de tarifas contra produtos chineses em 60 dias.

O BC vendeu 10,33 mil swaps cambiais tradicionais, equivalente à venda futura de dólares. Assim rolou 5,165 bilhões de dólares dos 9,811 bilhões que vencem em março.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário