Tropas da Venezuela permanecem na fronteira para impedir ameaças, diz ministro

Publicado em 19/02/2019 14:40
259 exibições

LOGO REUTERS

CARACAS (Reuters) - As Forças Armadas da Venezuela continuarão posicionadas ao longo das fronteiras do país para impedir potenciais violações territoriais, afirmou o ministro da Defesa, Vladimir Padrino, na terça-feira.

Padrino, em declarações transmitidas pela TV estatal, disse que os oficiais e soldados venezuelanos são "obedientes e subordinados" ao presidente Nicolás Maduro, que não é mais reconhecido como chefe de Estado legítimo por 50 países.

O ministro disse que a oposição terá de passar por cima "de nossos cadáveres" para depor Maduro e impor um novo governo.

"Aqueles que tentarem ser presidentes aqui na Venezuela... terão de passar por cima de nossos cadáveres", disse na TV. Padrino estava se referindo ao líder da oposição, Juan Guaidó, que invocou a Constituição para assumir o posto de presidente interino, denunciando Maduro como ilegítimo.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário