No Estadão: Mais de 170 militares desertaram da Venezuela para o Brasil e a Colômbia

Publicado em 25/02/2019 16:30
79 exibições

PACARAIMA - Pelo menos 174 militares venezuelanos abandonaram seus cargos e fugiram para o Brasil e para a Colômbia desde o sábado 23, quando agentes da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) fizeram cordões de isolamento na fronteira da Venezuela com os dois países, impedindo a entrada de ajuda humanitária, e reprimiram, em alguns casos com violência, manifestações de apoio ao líder opositor Juan Guaidó, que se declarou presidente interino do país em janeiro.

Destes casos, 167 foram registrados nas passagens que ligam regiões venezuelanas aos Estados colombianos de Norte Santander e Arauca, que receberam 157 e 10 desertores, respectivamente. Em Pacaraima, no Brasil, buscaram proteção 7 sargentos das Forças Armadas do país vizinho.

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão

Fonte: Estadão

Nenhum comentário