Brasil e Argentina declaram apoio a candidato da oposição venezuelana ao BID

Publicado em 13/03/2019 08:07
67 exibições

LOGO REUTERS

BUENOS AIRES/BRASÍLIA (Reuters) - Brasil e Argentina apoiam o candidato indicado pelo líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, para representar o país no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), disseram autoridades de ambos os governos à Reuters na terça-feira.

Guaidó declarou-se presidente interino da Venezuela em janeiro após afirmar que a reeleição do presidente Nicolás Maduro em 2018 foi uma fraude. Ele indicou o economista Ricardo Hausmann para representar a Venezuela no BID.

Um porta-voz do Ministério da Economia da Argentina confirmou que o país vai apoiar Hausmann em uma votação que deve ocorrer ainda nesta semana. Em Brasília, tanto o Ministério da Economia como o Ministério das Relações Exteriores disseram apoiar o candidato de Guaidó.

A maioria dos países do conselho do BID deve apoiar Hausmann, exceto aqueles que não reconheceram Guaidó, como México, Uruguai, Nicarágua, Bolívia e China, de acordo com uma autoridade do banco que pediu para não ser identificada.

A eleição de Hausmann para o conselho do BID marcaria a primeira escolha de um membro da oposição venezuelana para uma grande instituição internacional.

Hausmann é ex-ministro do Planejamento da Venezuela e serviu como economista-chefe do BID de 1994 a 2000. Ele leciona desenvolvimento econômico em Harvard.

(Reportagem de Gabriel Burin, em Buenos Aires, e Anthony Boadle, em Brasília)

Fonte: Reuters

1 comentário

  • Euclides de Oliveira Pinto Neto Duque de Caxias - RJ

    Mais uma presepada dos vassalos !!! Não têm legitimidade !!! Basbacas !!! Se tivessem coragem, invadiriam a Venezuela... mas sabem que a porrada lá é certa... Bundões !!!

    9