PF cumpre mandados judiciais contra doleiros de SP ligados a Cabral

Publicado em 20/03/2019 14:54
22 exibições

LOGO REUTERS

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Polícia Federal foi às ruas, nesta quarta-feira, para cumprir quatro mandados de prisão expedidos pela Justiça Federal a pedido da força-tarefa da operação Lava Jato contra doleiros que movimentavam recursos ilegais do esquema de propina do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, informou o Ministério Público Federal (MPF).

A Justiça também expediu mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos investigados em São Paulo. A operação é uma extensão da operação Câmbio Desligo, que desarticulou uma rede de lavagem de capital internacional que envolvia 45 doleiros no Brasil e no exterior, em maio de 2018.

Os alvos da operação são dois doleiros e a mulher e o filho de um deles, de acordo com o MPF. Os quatro são investigados por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e participação na organização criminosa liderada por Cabral, que está preso desde 2016 e já foi condenado em diversas ações devido ao esquema criminoso que instituiu no governo fluminense.

Segundo o MPF, os doleiros investigados montaram um esquema para movimentar dinheiro de propina do grupo de Cabral e até criaram uma espécie de banco.

Recentemente, o ex-governador mudou o tom de sua defesa e começou a admitir desvios de recursos que até então ele negava, em uma aparente tentativa de sua nova defesa de conseguir benefícios junto à Justiça e preservar a mulher de Cabral, Adriana Anselmo, que também é investigada como beneficiária do esquema de propina e já foi condenada.

 

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Fonte: Reuters

Nenhum comentário