Anúncio de relator da Previdência na CCJ é adiado após governo entregar projeto de militares

Publicado em 21/03/2019 12:00
16 exibições

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O anúncio de um nome para relatar a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, previsto para esta quinta-feira, foi adiado à espera de um “esclarecimento” do governo sobre o projeto que trata da reestruturação de carreira e da aposentadoria dos militares, informou a liderança do PSL na Casa.

Segundo a liderança do partido, o mesmo do presidente Jair Bolsonaro, ficou acordado entre líderes que só haverá a indicação de um relator na CCJ após o governo, por meio do Ministério da Economia, explicar o projeto entregue ao Congresso na véspera.

A reforma da Previdência das Forças Armadas apresentada pelo governo terá um impacto positivo para as contas públicas de apenas 10,45 bilhões de reais em 10 anos, após incorporar uma reestruturação da carreira e benefícios à categoria, para obter a benção do Ministério da Defesa.

(Por Maria Carolina Marcello)

Fonte: Reuters

Nenhum comentário