Justiça grampeou 8 telefones de Temer antes de prisão

Publicado em 22/03/2019 08:16
1275 exibições

Um dia antes da prisão do ex-presidente Michel Temer, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, autorizou que o emedebista tivesse oito linhas telefônicas grampeadas. A interceptação dos celulares de Temer, segundo o magistrado, seria uma "forma de viabilizar a deflagração da fase ostensiva da operação".

"Reitero os fundamentos da decisão anterior, na qual decretei a prisão preventiva dos investigados e determino a interceptação telefônica nos terminais indicados pelo MPF, abaixo relacionados, vinculados ao Michel Temer, como forma de viabilizar a deflagração da fase ostensiva da operação", ordenou.

Veja também:

>> MPF diz que Temer e Coronel Lima atuam há décadas para desviar recursos públicos

Michel Temer foi preso nesta quinta-feira (21). Também foram capturados o ex-ministro Moreira Franco (Minas e Energia), o coronel reformado da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, a mulher de Lima, Maria Rita Fratezi, e os empresários Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Vanderlei de Natale, Rodrigo Castro Alves Neves e Carlos Jorge Zimmermann.

Leia a notícia na íntegra no site do R7

Michel Temer preso - Foto: AFP

Foto: AFP

Por que o ex-presidente Michel Temer foi preso?

O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, ordenou a prisão do ex-presidente Michel Temer e de outras nove pessoas - entre elas, o ex-ministro Moreira Franco e o coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo e amigo de Temer, João Baptista Lima Filho.

"As investigações apontam que a organização criminosa praticou diversos crimes envolvendo variados órgãos públicos e empresas estatais, tendo sido prometido, pago ou desviado para o grupo mais de R$ 1,8 bilhão", afirmou o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro em nota sobre as prisões.

Os investigadores apontam uma organização criminosa que atuou na construção da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro, "praticando crimes de cartel, corrupção ativa e passiva, lavagem de capitais e fraudes à licitação".

Em nota, o MDB lamentou as prisões e o que chamou de "postura açodada da Justiça" em relação a Temer e Moreira Franco, também do partido. "O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito de defesa", conclui o texto.

Leia a notícia na íntegra no R7 com informações da BBC Brasil

Fonte: R7 + BBC Brasil

1 comentário

  • elcio sakai vianópolis - GO

    A lava jato é um exemplo a ser seguido, quando mais tentam acuar este grupo mais eficiência ela mostra. Pena que o topo da justiça brasileiro não mostra a mesma ética e eficiência..., com certeza um dia o STF chega lá.

    5
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Elcio, todo mundo, inclusive eu, "joga pedra no Tofolli". ... ... Mas, estou com outros olhos sobre o STF. Estou enxergando o Tofolli como o salvador da pátria. ... Siga o meu raciocínio. Vários impérios, sistemas de governos, dinastias, enfim a história nos mostra que a partir do momento que esses poderes foram entregues a um gestor incapaz, o colapso é iminente. ... Sabe-se que o Q.I. do Tofolli é "Quem Indica" (Q. I.). Veja como os ministros do STF têm uma queda pelo suicídio, colocaram-no para presidir o STF. Será a gota d'água para o total esfacelamento da instituição. ... ... QUEM VIVER VERÁ !!!

      4
    • ELCIO SAKAIVIANÓPOLIS - GO

      Concordo Paulo, não é a toa que a maior parte das estatais deveriam ser privatizadas também, geradoras de déficits, burocracias e mau atendimento.

      1