Bolsonaro confirma demissão de Vélez e anuncia Abraham Weintraub como ministro da Educação

Publicado em 08/04/2019 12:01 e atualizado em 08/04/2019 15:03
481 exibições

LOGO REUTERS

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira a demissão de Ricardo Vélez do cargo de ministro da Educação e anunciou a indicação de Abraham Weintraub para ocupar o posto.

"Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao prof. Vélez pelos serviços prestados", disse Bolsonaro em publicação no Twitter.

A demissão de Vélez já era esperada, após Bolsonaro ter afirmado em entrevista na sexta-feira que o ministro poderia não continuar no posto.

Abraham Weintraub, o novo ministro da Educação, trabalhou na transição de governo (trabalhou na transição de governo)

Anunciado nesta 2ª feira (8.abr.2019) como novo ministro da Educação, Abraham Weintraub era o secretário-executivo da Casa Civil, comandada por Onyx Lorenzoni. Ele já trabalhava com a equipe de governo desde o período da transição entre a gestão de Michel Temer Bolsonaro no final de 2018.

Abraham e seu irmão Arthur Weintraub participaram da criação do programa de governo de Bolsonaro. Durante a transição de governo, estavam na área de Previdência na equipe econômica de Paulo Guedes.

Arthur também exerce 1 cargo no governo. É assessor especial da Presidência da República.

FORMAÇÃO

Abraham Weintraub é professor da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) desde julho de 2014 e especialista em direito previdenciário e em finanças.

Ele é mestre em administração pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e graduado em economia pela USP (Universidade de São Paulo).

Foi membro do comitê de Trading da BM&FBovespa. Além disso, também é ex-economista-chefe e ex-diretor do Banco Votorantim.

Um ministro que sabe fazer contas (em O Antagonista)

Quando Jair Bolsonaro ainda tinha menos de 15% nas pesquisas, Abraham Weintraub detectou sinais de seu crescimento e disse para O Antagonista que ele seria eleito.

Não era pensamento mágico, e sim cálculo matemático.

O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, falou a O Antagonista com exclusividade.

Ele disse que sua prioridade no MEC será a gestão, enfrentando eventuais resistências ideológicas com “pragmatismo, respeitando a lei e cumprindo o programa de governo”.

“Gosto de música clássica e de rock”, diz ministro sobre olavismo

Antes mesmo de assumir o MEC formalmente, Abraham Weintraub já virou alvo de ataques de diferentes grupos de interesse que estão de olho no bilionário orçamento da Educação.

Questionado por O Antagonista sobre as tentativas de vinculá-lo ao olavismo, Weintraub responde com uma metáfora musical.

“Gosto tanto de música clássica quanto de rock’n roll. Às vezes, também escuto MPB, especialmente naqueles momentos de dor de cotovelo.”

Funk, não.

 

Fonte: Reuters

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Conheçam o novo ministro da educação: https://www.youtube.com/watch?v=eDdRNMWBNDs

    1