Índices da China têm maior queda em 3 semanas por preocupação com comércio e desaceleração

Publicado em 11/04/2019 08:23
16 exibições

LOGO REUTERS

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China registraram a maior queda em três semanas nesta quinta-feira, uma vez que o sentimento do investidor azedou em meio a tensões comerciais entre Estados Unidos e União Europeia, além de preocupações com a desaceleração do crescimento econômico global.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 2,16 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda 1,6 por cento. Ambos registraram a maior queda diária desde 25 de março.

Em uma nova intensificação das tensões comerciais, o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou novas tarifas sobre produtos da União Europeia mesmo que a disputa comercial com a China continue sem solução.

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, levantou a perspectiva de mais suporte para a economia da zona do euro na quarta-feira se a desaceleração persistir, dizendo que o banco central tem "vários instrumentos" com os quais pode reagir.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,11 por cento, a 21.711 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,93 por cento, a 29.839 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,60 por cento, a 3.189 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 2,16 por cento, a 3.997 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,00 por cento, a 2.224 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,55 por cento, a 10.808 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,10 por cento, a 3.330 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,40 por cento, a 6.198 pontos.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário