Petrobras eleva em 4,8% no preço do diesel; CEO reafirma independência (REUTERS)

Publicado em 17/04/2019 20:09
198 exibições
Litro do diesel vai aumentar em 4,84% a partir desta quinta-feira, elevação menor do que a programada anteriormente

LOGO REUTERS

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira um aumento de 4,8 por cento no preço médio do diesel em suas refinarias, após ter cancelado uma alta de 5,7 por cento no combustível na semana passada, em polêmica que envolveu o presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o site da empresa, o valor médio do diesel nas refinarias a partir de quinta-feira será de 2,2470 reais por litro, ante de 2,1432 reais/litro até o momento, valor que vigorava desde 22 de março.

O reajuste foi divulgado pelo site da Petrobras quase que simultaneamente a uma entrevista coletiva de seu presidente, Roberto Castello Branco, na qual o executivo falou sobre o assunto.

“Nós continuamos a observar rigorosamente preços alinhados com o preço internacional”, afirmou o CEO, ressaltando que a periodicidade mínima de 15 dias para o ajuste do diesel está mantida.

“Nossa política é essa e vai continuar a ser”, disse, destacando a independência da companhia.

As declarações foram dadas após o mercado ficar preocupado sobre a autonomia da estatal, depois de a empresa cancelar uma elevação no diesel na semana passada, após ligação de Bolsonaro para o presidente da petroleira, alegando temores de uma possível greve de caminhoneiros.[nL1N21U1IE]

Castello Branco disse ainda que, “pela primeira vez, foi reafirmada a independência da Petrobras para praticar preços”, e que a empresa “ganhou com operação de hedge no preço do diesel.”

Apesar do reajuste do preço, o executivo indicou não temer uma nova paralisação dos caminhoneiros.

“O risco de greve de caminhoneiros agora é baixo, depois de uma ação do governo na direção certa”, comentou Castello Branco, citando anúncios feitos na véspera por ministros sobre uma linha de crédito para manutenção dos veículos e recursos para melhorias em estradas.

COMUNICADO

Em comunicado, a Petrobras justificou mais detalhadamente a alteração no valor do combustível.

“O reajuste levou em consideração os mecanismos de proteção, através dos derivativos financeiros, e as variações de demais parcelas que compõem o Preço Paridade Internacional (PPI) com destaque para redução recente do frete marítimo”, disse a empresa.

“A Petrobras reafirma a rigorosa observância do alinhamento de seus preços com a paridade internacional.”

Estadão : Petrobrás anuncia alta no diesel de R$ 0,10 por litro 

O presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, anunciou nesta quarta-feira, 17, uma alta de R$ 0,10 por litro no preço do diesel. Durante a entrevista do executivo, a companhia anunciou que o litro do combustível será comercializado a partir desta quinta-feira por R$ 2,2470, valor 4,84% maior que o praticado até o momento.

Segundo Castello Branco, a variação mínima do preço será de 4,5% e a máxima de 5,147%. Ele avisou ainda que a estatal terá uma nova forma de divulgar os reajustes, como reais por litro e não como porcentual.

Leia a reportagem completa no site do Estadão

 

 

Fonte: Reuters + Estadão

Nenhum comentário