No Estadão: Guaidó diz ter apoio de militares contra Maduro e chama população às ruas; governo fala em golpe

Publicado em 30/04/2019 08:45
47 exibições

CARACAS - O líder opositor e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou nesta terça-feira, 30, que conta com o apoio de um grupo de militares para restaurar a democracia e "acabar com a usurpação de poder" - como os opositores se referem ao governo de Nicolás Maduro -, em um vídeo gravado de uma base aérea de Caracas e publicado nas redes sociais.

O governo Maduro chamou a iniciativa de Guaidó de uma "tentativa de golpe de Estado". "Neste momento estamos enfrentando e desativando um grupo reduzido de militares traidores que se posicionaram na distribuidora Altamira para promover um golpe de Estado", escreveu no Twitter o ministro da Comunicação, Jorge Rodríguez, que se referiu ao caso como uma "tentativa" e acusou a "direita golpista".

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão.

Fonte: Estadão

0 comentário