Após dia de confrontos, Guaidó mantém protesto contra Maduro nesta quarta-feira,1º

Publicado em 01/05/2019 10:00 e atualizado em 01/05/2019 11:21
222 exibições
Conflito entre oposição e forças do governo na terça-feira, 30, deixou um morto e, ao menos, 60 feridos

Manifestantes antichavistas e forças de segurança entraram em confronto em Caracas e nas cidades de Maracaibo e San Cristóbal, nesta terça-feira, 30.

Os conflitos começaram após o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, declarar que teria apoio de militares venezuelanos no movimento para acabar com a "usurpação do poder" no País e convocar a oposição a ir para as ruas para pressionar o presidente Nicolás Maduro. Ao seu lado estava o também líder opositor Leopoldo López,  libertado de sua prisão domiciliar por militares que apoiam Guaidó.

Guaidó convocou a população a manter os protestos previstos para esta quarta-feira, dia 1º de maio, contra o presidente venezuelano. 

Leia a notícia na íntegra no site do O Estado de S. Paulo

O Antagonista: “Vamos con todo”

Juan Guaidó acaba de convocar os venezuelanos para novos protestos contra a ditadura chavista.

Twitter do Guaidó

Guaidó diz que está forte e mais confrontos podem ocorrer na Venezuela

O feriado de 1º de maio na Venezuela começou com a expectativa de novos confrontos entre manifestantes pró-oposição e forças de segurança do governo Nicolás Maduro. Governo e oposição alegam que têm apoio das Forças Armadas.

No Twitter, o líder oposicionista Juan Guaidó convocou nesta manhã a população a permanecer nas ruas e afirmou que segue com "mais força do que nunca", indicando os pontos de concentração dos manifestantes em Caracas. 

Maduro também usou a rede social, na madrugada de hoje, para parabenizar o Exército venezuelano pela "atitude firme, leal, corajosa e de enorme sabedoria" que derrotou os "conspiradores golpistas", que tentaram espalhar a violência no país. 

Confira a notícia na íntegra no site do Valor Econômico. 

Fonte: Estado de S. Paulo / Antagonista

0 comentário