EUA impõem sanções ligadas à Venezuela a duas empresas e dois navios-tanque

Publicado em 10/05/2019 16:57
78 exibições

LOGO REUTERS

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos colocaram duas novas empresas de remessas e dois navios-tanque em uma lista negra nesta sexta-feira por transportarem petróleo da Venezuela para Cuba, informou o Departamento do Tesouro.

As sanções são parte de uma série de medidas que o governo Trump adotou para cortar as rendas de petróleo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e ajudar a tirá-lo do poder.

O Tesouro dos EUA identificou as empresas como a Monsoon Navigation Corporation, sediada nas Ilhas Marshall, e a Serenity Navigation, radicada na Libéria.

O Ocean Elegance, navio-tanque da Monsoon, e o Leon Dias, navio-tanque da Serenity Maritime, levaram petróleo bruto da Venezuela para Cuba do final de 2018 até março de 2019, segundo o Departamento do Tesouro. Os dois navios têm bandeira do Panamá.

As sanções impedem as empresas e os navios de negociar com indivíduos e empresas norte-americanas e congelam qualquer ativo que as companhias possam ter ou controlar nos EUA.

Os EUA e a maioria das nações ocidentais apoiam Juan Guaidó, líder opositor que invocou a Constituição em janeiro e se declarou presidente, argumentando que a reeleição de Maduro em 2018 foi ilegítima.

Apesar das sanções rígidas ao petróleo do país-membro da Opep, Maduro vem se mantendo no poder com apoio de Cuba, Rússia e China, e até agora vem contando com o apoio dos militares e de outras instituições do país. Maduro qualificou Guaidó como um fantoche dos EUA.

(Por Makini Brice, Mohammad Zargham e Roberta Rampton em Washington)

Fonte: Reuters

0 comentário