Cautela prossegue, mas mercados aproveitam relativa calmaria. Dólar cai

Publicado em 28/05/2019 10:45 e atualizado em 28/05/2019 11:47
109 exibições

LOGO nalogo

O dólar segue cauteloso desde a abertura, acompanhado do mercado acionário desde que a B3 iniciou os trabalhos há  50 minutos, nesta terça (28). Mas o viés é de alguma calmaria, até pelas poucas informações relevantes, ou mais do mesmo, que balizam os negócios até o momento. Tanto no Brasil como no exterior.

A divisa americana cai em torno dos 0,28%, a R$ 4,024, tentando devolver a alta da véspera, e o Ibovespa vai em alta moderada de 0,68%.

Em Brasília os holofotes são sobre o Senado, que vota a MP da reforma administrativa, e outras estão na pauta da Câmara sob risco de expirar o prazo se não forem aprovadas até 3 de julho. Em paralelo, a reforma da previdência e os trabalhos na Comissão Especial estão em compasso de espera, até para o governo e os deputados conseguem "construir pontes", ou se a Câmara vai correr com suas próprias propostas.

Da situação rotineira de Estados Unidos e Japão, sobre a guerra comercial, continua o impasse e com a viagem do Donald Trump ao Japão, o tema está meio de lado. E os temores de prolongamento e ruptura, caso não saia acordo, são renovados por bancos de corretoras, como a Nomura e BNY Mellon, mas nada que já as economias globais não saibam.

Trump adiantou que um acordo comercial com os japoneses até agosto, para reequilibrar a balança comercial, porém os sensores do mercado não estão focados nessas que são relações amigáveis.

A China também advertiu, sobre as apostas contra o yuan e fala em ferramentas para manter a moeda estável. O tema já havia sido pauta da segunda.

Os índices futuros dos Estados Unidos estão em leve alta, como o índice dólar frente a uma cesta de moedas fortes.

 

Por: Giovanni Lorenzon
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário