China considera restringir exportação de terras raras aos EUA, diz editor do Global Times

Publicado em 28/05/2019 16:12
249 exibições

LOGO REUTERS

Por Meg Shen e Min Zhang

HONG KONG/PEQUIM (Reuters) - A China está "considerando seriamente" restringir as exportações para os Estados Unidos de metais de terras raras, um conjunto de 17 elementos químicos utilizados em equipamentos eletrônicos de alta tecnologia e equipamentos militares, disse nesta terça-feira o editor-chefe do jornal chinês Global Times, publicação do Partido Comunista local.

As crescentes tensões comerciais entre os países geraram preocupações de que a China utilize sua posição dominante como fornecedora de terras raras para levar vantagem no conflito. Entre 2014 e 2017, o país forneceu 80 por cento das terras raras importadas pelos norte-americanos.

Uma autoridade sênior da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China disse à agência de notícias Xinhua nesta terça-feira que Pequim dará prioridade à demanda interna por terras raras, mas que atenderá a demandas razoáveis de outros países.

Embora a autoridade não tenha respondido diretamente se a China restringirá as exportações de terras raras aos EUA, o editor-chefe do Global Times, Hu Xijin, publicou no Twitter que "baseado no que sei, a China está considerando seriamente restringir exportações de terras raras aos EUA. A China também poderá tomar outras medidas retaliatórias no futuro".

Fonte: Reuters

0 comentário