Produção da Petrobras no país recua em abril ante 2018, diz ANP

Publicado em 03/06/2019 18:41
65 exibições

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de petróleo e gás da Petrobras no Brasil recuou 0,6% em abril, em comparação com igual período do ano passado, somando cerca de 2,486 milhões de barris de óleo equivalente ao dia (boe/d), segundo dados publicados nesta segunda-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP).

A estatal marcou ainda um avanço de cerca de 2,5% na produção em relação a março, quando atingiu cerca de 2,426 milhões de boe/d.

No início de maio, o diretor de Exploração & Produção da Petrobras, Carlos Alberto de Oliveira, disse em teleconferência que a extração da empresa já havia se recuperado, após ter sofrido impactos de venda de ativos e manutenção em plataformas no primeiro trimestre.

Enquanto a produção da Petrobras ainda apresenta queda na comparação anual, a extração de outras empresas, como Shell, registra crescimento.

Procurada nesta segunda-feira, a Petrobras não deu explicações adicionais sobre a produção de abril. Desde o início do ano, a estatal não está mais divulgando dados sobre a produção mensal, realizando apenas a publicação de números trimestrais, junto com os resultados da empresa.

 

PRODUÇÃO NO BRASIL

Entre todas as empresas que operam no Brasil, a produção de petróleo e gás natural cresceu em abril em comparação com março e com o mesmo mês de 2018, totalizando 3,314 de milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), segundo a ANP.

Em março, a produção de petróleo e gás havia somado 3,261 milhões de barris de óleo equivalente.

Em abril, a produção de petróleo foi de 2,604 milhões de barris por dia (bbl/d), com um aumento de 1,7% em relação a março e de 0,3% se comparada com o mesmo mês do ano anterior.

A produção de gás natural chegou a 113 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), um incremento de 1,3% em relação ao mês anterior e de 3,8% se comparada ao mesmo mês no ano passado, disse a ANP.

 

(Por Roberto Samora e Gabriel Araujo)

Fonte: Reuters

0 comentário