Anúncio do Plano Safra pode atrasar após adiamento de votação na CMO, dizem fontes

Publicado em 05/06/2019 22:00 e atualizado em 06/06/2019 10:05
377 exibições

BRASÍLIA (Reuters) - O anúncio do Plano Safra, marcado para 12 de junho, pode ser postergado depois de um revés para o governo por votação adiada nesta quarta-feira na Comissão Mista de Orçamento (CMO), disseram fontes do Ministério da Agricultura.

A suspensão da votação na CMO para autorização de operações suplementares de crédito, de 248,9 bilhões de reais, foi recebida com apreensão na pasta agrícola, pois desses recursos extraordinários sairiam as verbas previstas no Plano Safra para equalização de taxas de juros, disseram as fontes.

O Planalto precisa aprovar o crédito suplementar que o governo não descumpra a chamada “regra de ouro”.

Uma parte do crédito extraordinário, cerca de 10 bilhões de reais, seria usada para equalização de taxas de juros aos produtores rurais, conforme previsto no plano de financiamento da agricultura do governo, disse uma das fontes.

A discussão da matéria deve ser retomada na CMO apenas no dia 11.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário