Cenário econômico brasileiro pede bom senso na gestão dos negócios, diz Zeina, da XP

Publicado em 12/08/2019 15:05 e atualizado em 12/08/2019 16:37
159 exibições
Avaliação da economista Zeina Latif foi feita durante a palestra de abertura do 2º Encontro das Mulheres na Distribuição, evento integrante do Fórum do Congresso ANDAV

A economista-chefe da XP Investimentos, Zeina Latif, disse nesta segunda-feira (12/8) que o momento atual do Brasil é de “pé no chão” e bom senso na gestão dos negócios, em vista da atual conjuntura econômica. A economista participou da palestra de abertura do 2º Encontro das Mulheres na Distribuição, durante o Fórum do Congresso ANDAV – Fórum e Exposição, que acontece em São Paulo, no Transmérica Expo Center, até quarta-feira, dia 14.

Em que pese uma conquista importante com andamento da reforma da previdência social, Zeina destacou as dificuldades de recuperação da indústria nacional diante de questões tributárias e tecnológicas a serem superadas. Ela ressaltou que o PIB potencial de crescimento, um índice aplicado pelos analistas que considera questões como infraestrutura, mão de obra qualificada, entre outros aspectos, caiu de 3.5% para 1%. E um dos principais setores responsáveis por esta avaliação é a estagnação da indústria nacional, que impacta setores econômicos como serviços.

No campo internacional, Zeina ressaltou o cenário de volatibilidade e instabilidade global gerada pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, a campanha eleitoral norte americana e a desaceleração econômica chinesa. “Apesar do agronegócio brasileiro ter sido beneficiado pela questão cambial no curto prazo, não é possível prever os futuros rumos dessa briga. O que está no fundo desta disputa é o avanço da China no setor da tecnologia digital que está incomodando os Estados Unidos”.

GESTÃO DE PESSOAS – Após as análises e cenários traçados pela economista Zeina Latif, o 2º Encontro das Mulheres na Distribuição tratou das Novas Tendências em Gestão de Pessoas. André Souza, CEO da Futuro S/A, abordou o tema Transformação Organizacional e Cultural e afirmou que o mundo está passando por uma mudança tão radical quanto aquela experimentada no final dos anos 2000, quando Steve Jobs lançou o primeiro IPhone. “Acredito que também na área de gestão de pessoas, temos de estar atentos para nos transformarmos. Assim como o carro comum de hoje será substituído pelo carro elétrico, as empresas terão de se reinventar”, recomendou.

Tendo como tema Atração e Retenção de Talentos, Daniela Hork Kruel, gerente de RH da Agrofel Grãos e Insumos, do Rio Grande do Sul, afirmou que o importante numa política de reter profissionais na empresa é ouvir os funcionários, ter um bom ambiente de trabalho, reconhecer os méritos além das questões salariais e ter um líder inspirador. “A recomendação para atrair e reter bons profissionais passa por tratar os seus funcionários como você gostaria que eles tratassem os seus melhores clientes”, resumiu Daniela.

Já Pollyana Oliveira Brasil, executiva de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas do Grupo TecAgro, de Goiás, entende que uma boa política de desenvolvimento dos recursos humanos envolve parceria, mostrar aos colaboradores que as ações a ele solicitadas tem utilidade, criar consciência sobre o aprendizado para conseguir seu engajamento e valorizar suas experiências passadas no processo atual de aprendizagem.

No painel Liderança: União de Forças, Ligia Zotini, fundadora do Voicers falou sobre O Futuro FeMale; e Natasha Bontempi, especialista em Transformação Digital, tratou do tema Liderar é inspirar. A primeiro destacou as diferenças de lideranças entre homem e mulher, enquanto Natasha enfatizou o bom líder tem várias características, mas a mais comum é que todos eles são educadores. “O líder quer ver os seus colaboradores crescerem. Ele deve ter generosidade e prazer em ver as pessoas crescerem. É como um jardineiro que planta e acompanha o florescer da semente”, resumiu.

Consolidado como um dos maiores e mais importantes eventos da distribuição de insumos agropecuários do mundo, o Congresso ANDAV – Fórum e Exposição deve atrair cerca de 5.000 e é uma realização da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), com organização da Clarion Events Brasil.

O Fórum do IX Congresso ANDAV, com o macrotema: “O Distribuidor 4.0”, vai abordar as barreiras encontradas pelo distribuidor de insumos agropecuários, destacando soluções inteligentes. Além disso, estão sendo realizadas três oficinas do EDUCANDAV, programa de treinamentos da ANDAV, com os temas vendas e marketing, financiamentos e barter.

Fonte: Congresso ANDAV

0 comentário