Campanha do pacote anticrime, suspensa pelo TCU, ganha força nas redes sociais

Publicado em 09/10/2019 11:08 e atualizado em 09/10/2019 22:11
1181 exibições
Vídeos suspensos do pacote anticrime do Governo Federal viralizaram nas redes sociais

LOGO nalogo

Os vídeos publicitários da Campanha do Ministério da Justiça para divulgar o pacote anticrime proposto pelo ministro Sérgio Moro ganharam repercussão nas redes sociais após ter veiculação suspensa por decisão do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo. O ministro considerou haver indícios de utilização irregular de recursos públicos na campanha publicitária.

“Entendo que há fortes indícios de que a contratação da campanha publicitária atinente ao denominado ‘pacote anticrime’ não se enquadra na ação orçamentária ‘Publicidade de Utilidade Pública’, justificando assim a adoção de medida cautelar, com vistas a suspender a execução do contrato publicitário firmado até que esta Corte de Contas se pronuncie no mérito a respeito dos fatos apontados, eis que, a continuar em vigência, o aludido contrato poderá redundar em despesa realizada fora da finalidade legal prevista.”

No entanto, a suspensão da campanha nas mídias tradicionais acabou ganhando conotação política e estimulando a propagação das peças nas redes sociais. Os vídeos com durações de 30 segundos a até 2 minutos estão sendo divulgados e distribuídos de maneira gratuita por internautas e já viralizaram.

A Senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) utilizou a tribuna do Senado para contestar a suspensão da campanha e anunciar a divulgação dos vídeos publicitários em suas redes sociais, além de convidar a todos a fazer o mesmo. . 

O pedido de suspensão da campanha foi feito por parlamentares de oposição entre eles os deputados Orlando Silva (PCdoB), Paulo Teixeira (PT) e Marcelo Freixo (PSOL), todos integrantes do grupo de trabalho do pacote anticrime, e pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede).

Conheça do conteúdo dos vídeos da Campanha:

Veja também: A quem interessa a suspensão da campanha publicitária que detalha pacote anticrime de Moro?

Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário