Futuro próximo das moedas emergentes dependerá do comportamento do iuan chinês, diz Société Générale

Publicado em 27/05/2022 16:54

Logotipo Reuters

BRASÍLIA (Reuters) - O destino das moedas de mercados emergentes mais amplos estará ligado aos movimentos do iuan chinês no futuro próximo, com os ativos de mercados emergentes com poucas chances de romper faixas recentes de oscilação por consequência da inflação alta e persistente e das instáveis perspectivas para a economia mundial, disse o banco Société Générale em relatório divulgado nesta sexta-feira.

"As relações comerciais e a dependência de commodities entre a China e outras economias emergentes se intensificaram na última década e se estenderam até movimentos paralelos nos ativos financeiros", disse o banco francês no documento.

O relatório destacou que divisas da América Latina e Ásia e o rand sul-africano estão suscetíveis a desvalorização no curto prazo em razão de suas ligações com a moeda chinesa, que cai 5,2% frente ao dólar no acumulado de 2022.

(Por Victor Borges)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário