Questão indígena: Produtores analisam audiência da Câmara Federal como positiva

Publicado em 19/11/2008 19:17 1564 exibições
Os representantes dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul analisaram como positiva a audiência intermediada pela bancada dos deputados federais do Estado com o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Márcio Meira, realizada nesta quarta-feira (19), em Brasília (DF). O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL), Ademar Silva Junior, afirmou que os representantes conseguiram mostrar aos deputados federais a diferença entre as ações da Funai em Mato Grosso do Sul e de outros estados como o Amazonas e Roraima, por exemplo.

“Em Mato Grosso do Sul temos, primeiro terras tituladas, com registros em cartório, avalizados pela União. O segundo ponto está nos impactos socioeconômicos como o desemprego e a fuga de capital, que já está acontecendo na região apontada como indígena pela Funai”, afirmou Silva Junior.

As áreas requeridas pelo órgão são de pequenos produtores, conforme mostrou o próprio governo do Estado, em relatórios entregues na reunião anterior com o presidente da Funai. O relatório apresentado pelo Governo Estadual também mostra erros crassos nas portarias da Funai como a reivindicação de quatro municípios que não existem no Estado.

Ao mesmo tempo em que a reunião foi considerada positiva pelos produtores de MS, o presidente da FAMASUL frisa que a Funai é indiferente e desprezam as reações como os prejuízos socioeconômicos das demais regiões.
 
Participaram da audiência pública, além do presidente da FAMASUL, os deputados federais Dagoberto Nogueira, Waldir Neves, Waldemir Moka, Geraldo Rezende e Nelson Trad, o senador Valter Pereira, o diretor-secretário da FAMASUL, Dácio Queiroz, o presidente da Comissão Nacional de Assuntos Indígenas e Fundiários da CNA, Léo Brito, e o presidente da Comissão Estadual e presidente do Sindicato Ru! ral de A mambai, Christiano Bortolotto.

Fonte: Sato Comunicação

Fonte:
Sato Comunicação

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário