BRASIL: Apenas 11% dos consumidores dão atenção para a crise global

Publicado em 24/11/2008 15:26 1746 exibições
Apenas cerca de 11% dos brasileiros acompanharam as notícias sobre a crise financeira internacional em outubro. Esse índice foi divulgado na última sexta-feira pela Ipsos, multinacional francesa e uma das maiores empresas de pesquisa do País, ao ouvir cerca de 1.000 consumidores brasileiros em 70 cidades e 9 regiões metropolitanas.

Segundo a pesquisa, entre as pessoas de maior poder aquisitivo, se encontra o maior percentual daqueles que acompanham "muito" a crise, chegando a 30%.

Além disso, ao serem perguntados sobre os planos de compras para o fim do ano, 40% dos entrevistados ainda não tinham pensado sobre o assunto e iriam esperar o mês seguinte (novembro), 30% disseram que pretendem gastar menos do que no ano passado, e 22% pretendem gastar o mesmo que em 2007. "O resultado mostra que a crise financeira mundial não está na lista das preocupações da maioria dos brasileiros, que se mantém otimista e disposta a fazer compras neste fim de ano", declarou a empresa, em nota.

A pesquisa mostrou também que apenas 33% dos entrevistados sentiram algum efeito da crise no seu dia-a-dia. Entre os que sentiram alguma alteração, 54% informaram que o maior efeito sentido foi o aumento dos preços de produtos alimentícios, e 23% disseram sentir a inflação mais alta e o aumento do custo de vida.

"De acordo com os números, uma parcela relativamente pequena da população tem uma reflexão mais profunda sobre o assunto. Esse cenário demonstra que os consumidores estão muito expostos às informações sobre a turbulência financeira, mas eles não têm embasamento para refletir ou assimilar o tema com mais propriedade. Esse vácuo tende a gerar um ambiente de confusão que pode ser prejudicial para as decisões de consumo das pessoas" analisou Paulo Cidade, diretor da Ipsos Public Affairs, a área da Ipsos especializada em pesquisa de opinião pública.

Apenas 11% dos brasileiros têm acompanhado as notícias sobre a crise internacional em outubro. Pesquisa da Ipsos apontou também de que 30% dos entrevistados pretendem gastar menos do que em 2007.


Fonte: DCI
Fonte:
DCI

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário