Exportações do Paraná para o Mercosul aumentam 52%

Publicado em 24/11/2008 17:46 1569 exibições
As exportações paranaenses para os países do Mercado Comum do Sul (Mercosul) aumentaram 52% de janeiro a outubro deste ano e chegaram a US$ 2 bilhões, contra US$ 1,343 bilhão no mesmo período de 2007. Já as importações de países do bloco chegaram a US$ 1,409 bilhão, evolução de 51,70%. Com isso, o saldo da balança comercial paranaense atinge US$ 632 milhões. Os números são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Para o secretário estadual da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Virgílio Moreira Filho, o governo do Paraná teve papel fundamental no aumento das vendas estaduais ao apresentar, durante missões empresariais e rodadas de negócios, as potencialidades do mercado sul-americano para os empresários paranaenses. Os principais produtos exportados pelo Paraná para o Mercosul foram automóveis, máquinas, aparelhos para colheita, adubos, fertilizantes e tratores. Já os principais produtos importados pelo Estado foram automóveis, caixas de marchas, trigo, feijão, malte não torrado e azeitona. PAISES Em todos os países do bloco, o Paraná aumentou suas exportações e importações no comparativo de janeiro a outubro. De acordo com Moreira Filho, o Paraguai se destacou na compra de produtos paranaenses. "O país passou de US$ 239 milhões nos primeiros dez meses do ano passado para US$ 462 milhões no mesmo período deste ano, alta de 92,72%", afirma. Com a Argentina, o Paraná aumentou suas vendas em 42,12%, atingindo a marca de US$ 1,388 bilhão em dez meses. Já com o Uruguai, a alta foi de 50,52% nas exportações paranaenses para o país (US$ 191 milhões). Em processo de adesão ao Mercosul, a Venezuela comprou do Paraná US$ 19 milhões, de janeiro a outubro deste ano, contra US$ 7 milhões do mesmo período do ano passado (alta de 161,66%). Para a coordenadora estadual de Assuntos Internacionais e do Mercosul, Maria do Socorro de Oliveira, além de incrementar as relações de comércio exterior com os países do Mercosul, o Paraná trabalha com políticas públicas para unir departamentos, províncias e estados da região do Mercosul. "O Governo do Estado quer intensificar o relacionamento comercial, social e cultural com os países vizinhos. Com transferência tecnológica e educacional, ambos os lados ganham em desenvolvimento e conhecimento". ACORDO - Com o protocolo de intenções, assinado pelo governador Roberto Requião e representantes de três países, para a institucionalização da rede latino-americana do projeto "Quatro Motores do Mercosul", o Conselho de Desenvolvimento do Extremo Sul (Codesul/PR), os departamentos de Alto Paraná (Paraguai) e de Rivera (Uruguai) e a província de Córdoba (Argentina), estarão unidos para atuar em áreas como meio ambiente, economia, cultura e educação.


Fonte: Safras & Mercado
Fonte:
Safras & Mercado

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário