Dólar fecha a R$ 2,43 com intervenções do BC; Bovespa avança 2,82%

Publicado em 10/12/2008 18:58 1350 exibições

O dólar comercial foi vendido por R$ 2,431 nas últimas operações registradas nesta quarta-feira, o que representa uma retração de 1,61% sobre a cotação de ontem. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado a R$ 2,540, em baixa de 3,78%.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) avança 2,82%, aos 39.037 pontos (pelo índice Ibovespa). O giro financeiro é de R$ 3,81 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York sobe 0,43%.

O Banco Central entrou no mercado de câmbio por duas vezes, vendendo moeda em leilão realizado às 12h36. A autoridade monetária aceitou ofertas por R$ 2,460 (taxa de corte). Nessa operação, o BC não informa imediatamente o total vendido.

O BC também realizou hoje um leilão de 70 mil contratos de "swap" cambial, para renovar os títulos que vencem já no primeiro dia útil de 2009. Os novos contratos têm vencimentos previstos para março de 2009, julho de 2009 e janeiro de 2010. Os bancos tomaram 61 mil desses contratos, numa colocação de US$ 3 bilhões.

O contrato de "swap" cambial garante ao investidor a variação da taxa de câmbio e é visto como uma alternativa de "hedge" (proteção) ao dólar à vista. Esses contratos são oferecidos aos bancos como forma de tirar pressão sobre a moeda americana, em momentos de forte aversão ao risco.

Se o banco não quer ficar com o caixa exposto à taxa de câmbio, ele adquire o contrato e repassa o compromisso de arcar com as oscilações do dólar para o Banco Central. O BC, por sua vez, repassa o risco de oscilação da taxa de juros doméstica para os bancos. O contrato é liquidado pela diferença entre a oscilação do câmbio e dos juros no período acordado.

Juros futuros

O mercado futuro de juros reduziu periodicamente as taxas projetadas em seus contratos mais negociadas, refletindo a expectativa de Copom (Comitê de Política Monetária) comece a reduzir a taxa básica de juros, senão hoje, no primeiro trimestre de 2009.

No contrato com vencimento em janeiro de 2009, a taxa projetada recuou de 13,45% ao ano para 13,42%; no vencimento de janeiro de 2010, a taxa projetada cedeu de 13,14% para 12,93$; e no contrato com o vencimento de janeiro de 2011, a taxa prevista passou de 13,64% para 13,39%.



Fonte: Folha Online

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário