Dólar sobe mais de 1% e fecha a R$ 2,39; Bovespa amplia perdas

Publicado em 22/12/2008 20:35 1233 exibições

O dólar comercial foi negociado a R$ 2,389 nas últimas operações desta segunda-feira, o que representa uma alta de 1,22% sobre a cotação de sexta-feira. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado a R$ 2,52, em um acréscimo de 0,8%.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) perde 3,32%, aos 37.833 pontos (pelo índice Ibovespa). O giro financeiro é de R$ 1,7 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York também cai 0,31%.

A taxa de câmbio abriu a manhã em alta e manteve essa trajetória durante todo o dia apesar do volume de negociações da moeda americana nesta segunda-feira ter sido pequeno. "O mercado está muito cauteloso", disse Miriam Tavares, diretora da corretora AGK.

Segundo ela, a cotação do dólar para os próximos dias não deve apresentar melhora "considerável" e ficar abaixo de R$ 2,32. Hoje, o preço da moeda americana oscilou entre a cotação máxima de R$ 2,417 e a mínima de R$ 2,350.

Brasil

No cenário doméstico, o Relatório de Inflação do Banco Central apontou previsão de crescimento maior do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano, de 5,6%, contra 5% na previsão de setembro. Para o ano que vem, porém, a estimativa é de retração, com expansão do PIB de 3,2%.

Para a inflação, o BC elevou a previsão para este ano, de 6,2%, ligeiramente acima dos 6,1% do relatório anterior divulgado no final de setembro. Para 2009, porém, a projeção diminuiu de 4,8% para 4,7%. As duas previsões ficaram acima do centro da meta para os dois anos que é de 4,5%.

Esses números são do chamado "cenário de referência", que leva em consideração a manutenção da taxa de câmbio em R$ 2,40 e a selic em 13,75%. Nesse cenário, a projeção para o primeiro trimestre de 2009 é de 6,3%. Para o quarto trimestre de 2010, cai para 4,2%.
A pesquisa semanal Focus, feita com economistas ouvidos pelo Banco Central, apontou para 2008 inflação de 6,03% no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), o índice oficial de inflação, abaixo dos 6,13% na previsão divulgada uma semana antes. Para 2009, a taxa também registrou redução, para 5,02%, contra 5,20% no relatório da semana passada.

Quanto à previsão de crescimento do PIB para 2009, o estudo indica redução, para 2,4% (ante 2,5% do relatório anterior). Para este ano, a previsão subiu de 5,59% para 5,60%.

Ainda no cenário doméstico, a balança comercial brasileira registrou um superávit (diferença entre o valor exportado e o importado) de US$ 416 milhões (média diária de US$ 83,2 milhões) na terceira semana de dezembro de 2008 (entre os dias 15 e 21), segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Com o resultado de hoje, a balança comercial brasileira mantém o desempenho positivo visto na semana passada, quando houve um superávit comercial de US$ 947 milhões. O mês, no entanto, abriu com um déficit de US$ 435 milhões.



Fonte: Folha Online

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário