Dólar fecha a R$ 2,33 e acumula valorização de 31,3% em 2008; Bovespa ganha 1,45%

Publicado em 30/12/2008 21:20 1576 exibições

O dólar comercial foi vendido por R$ 2,334 nas últimas operações desta terça-feira, o que representa um forte decréscimo de 3,35% sobre a cotação de ontem. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi negociado a R$ 2,450, um recuo de 3,54%.

No acumulado deste ano, a taxa de câmbio apresenta valorização de 31,34%, enquanto no mês, o avanço é de 9,32%.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) avança 1,45%, aos 37.596 pontos (pelo índice Ibovespa). O giro financeiro é de R$ 1,43 bilhão. Nos EUA, a Bolsa de Nova York ganha 1,18%.

O Banco Central agiu por duas vezes no mercado de moeda. Pela manhã, às 11h30, realizou os leilões já programados de venda de dólares com recompra programada para 2009. O BC, no entanto, somente aceitou quatro propostas, no montante total de US$ 530 milhões. A autoridade monetária vendeu dólares pela taxa de R$ 2,352 e deve recomprar a moeda em abril de 2009 por R$ 2,4164. Não foram aceitas as propostas para venda com recompra em fevereiro e março de 2009.

Mais tarde, às 15h10, o BC vendeu dólares (com queima de reservas) e aceitou ofertas por R$ 2,3290 (taxa de corte). Nesta operação, o órgão não informa o montante negociado.

Levantamento da consultoria Economática aponta que o dólar teve a terceira maior valorização contra o real nos últimos 13 anos, interrompendo cinco anos de forte queda nos preços da moeda americana. A valorização somente não foi maior que nos anos de 2002, quando a taxa de câmbio disparou 52,27%, e de 1999, em que oscilação foi de 48,01%.

Juros futuros

O mercado de juros na BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros), que serve de referência para as tesourarias de bancos, ajustou para baixo as taxas projetadas nos contratos mais negociados.

No contrato com vencimento em março de 2009, a taxa projetada retraiu de 13,24% ao ano para 13,23%; no vencimento de janeiro de 2010, a taxa projetada caiu de 12,30% para 12,17% e no contrato com o vencimento de janeiro de 2011, a taxa prevista cedeu de 12,35% para 12,19%.


Fonte: Folha Online

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário