Dólar fecha a R$ 2,33; Bovespa tem forte alta de 6,20%

Publicado em 02/01/2009 21:26 1710 exibições

O dólar comercial foi cotado a R$ 2,335 para venda, nas últimas operações registradas nesta sexta-feira. O valor representa uma leve alta de 0,04% sobre a cotação de terça-feira. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi negociado a R$ 2,460, em um avanço de 0,40% sobre a taxa anterior.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) opera com forte ganho de 6,20%, aos 39.878 pontos (pelo índice Ibovespa). O giro financeiro é bastante reduzido: R$ 1,46 bilhão. Nos EUA, a Bolsa de Nova York sobe 2,16%.

O preço da moeda americana oscilou entre o valor máximo de R$ 2,347 e a mínima de R$ 2,301, refletindo um mercado ainda parado no retorno do recesso de final de ano. Embora vejam um quadro econômico mundial ainda bastante complicado no primeiro trimestre deste ano, analistas do mercado esperam menos volatilidade nos preços dos ativos financeiros nos primeiros meses, com o dólar provavelmente oscilando entre R$ 2,35 e R$ 2,40 em janeiro.

Para o ano como um todo, economistas do setor financeiro falam em oscilações em torno de R$ 2,10 e R$ 2,80, de acordo com o desenrolar da crise global. Neste início de 2009, analistas esperam uma recuperação incipiente da economia mundial já no segundo semestre deste ano, o que contagia as operações da Bolsa de Valores, que dispara nesta sexta-feira.

Neste primeiro dia útil de 2009, o Banco Central se ausentou de intervir no mercado de câmbio. Hoje, o Ministério do Desenvolvimento revelou que a balança comercial brasileira teve o pior superávit desde 2002.

No ano passado, as exportações brasileiras cresceram 23,2% e atingiram o valor recorde de US$ 197,942 bilhões. As importações cresceram 43,6% e chegaram a US$ 173,207 bilhões, patamar que também é recorde.

Juros futuros

O mercado de juros na BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros), que serve de referência para as tesourarias de bancos, revisou para menos as taxas projetadas nos contratos para 2010 e 2011.

No contrato com vencimento em março de 2009, a taxa projetada passou de 13,23% ao ano para 13,26%; no vencimento de janeiro de 2010, a taxa projetada cedeu de 12,19% para 12,16% e no contrato com o vencimento de janeiro de 2011, a taxa prevista caiu de 12,19% para 12,14%.


Fonte: Folha Online


Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário