Petróleo fechou ontem em alta em Londres e Nova York

Publicado em 11/03/2010 07:01 464 exibições

Os preços do petróleo fecharam em alta na quarta-feira em Londres e Nova York, após a publicação do informe sobre os estoques nos Estados Unidos, o que provocou oscilações durante a sessão.

Na Nymex (Bolsa de Valores de Nova York, na sigla em inglês), o barril de petróleo bruto tipo WTI (West Texas Intermediate) para entrega em abril fechou a US$ 82,09, alta de 0,73% em relação à terça-feira.

No InterContinentalExchange de Londres, o barril do Brent do Mar do Norte com o mesmo vencimento ganhou 0,71%, fechando a US$ 80,48.

A reação do mercado ao relatório semanal sobre reservas de petróleo nos EUA "não foi uniforme", constatou Antoine Halff, da Newedge Group. Entre altos e baixos, os preços do barril de WTI alcançaram os US$ 83,03.

"O consumo parece se recuperar um pouco, mas os números não são extraordinários", constatou Antoine Halff.

As importações de cru diminuíram, mas o ritmo de atividade das refinarias desacelerou, provocando uma alta dos estoques de petróleo de 1,4 milhões de barris na última semana.

De qualquer forma, foram 300 mil barris abaixo do estimado pelos analistas da Dow Jones Newswires.

O panorama não foi melhor com os produtos petrolíferos, afirmou Nic Brown, da Natixis.

Os estoques de destilados (diesel e combustível para calefação) caíram em 2,2 mb (milhões de barris) a 149,6 mb. Os analistas antecipavam uma alta mais limitada, de 700 mil barris. Os estoques de gasolina também caíram em 2,9 mb, a 229,0 mb, contra o esperado pelos analistas, que previam um aumento de 100 mil barris.

Já os estoques em Cushing, principal empresa de petróleo nos EUA, em Oklahoma, aumentaram, "como na semana passada, um aumento de acordo com a tendência da estação", observou Antoine Halff.

De qualquer forma, os números não são tão surpreendentes quanto o aumento que a API (associação de industriais americanos do setor) havia anunciado. Os 6,5 milhões de barris adicionais de petróleo colocaram o mercado na defensiva nesta quarta-feira antes da abertura.

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário