Agronegócio "financia" importação de máquinas

Publicado em 26/04/2010 14:28 207 exibições

O agronegócio irá evitar uma queda maior do superávit da balança comercial brasileira neste ano. O saldo entre as exportações e as importações totais do país deverá ser de US$ 12 bilhões, cerca de US$ 13 bilhões menor que o do ano passado, segundo cálculos da RC Consultores.

As importações devem subir cerca de 25%, para US$ 160 bilhões, enquanto as exportações tendem a crescer apenas 13%, para US$ 172 bilhões.

"O que irá salvar a balança comercial neste ano será o agronegócio", afirma Fábio Silveira, sócio da RC Consultores.

Esse será o setor com o melhor desempenho dentro da balança, com superávit de US$ 49,2 bilhões, segundo a consultoria. Os itens que devem impulsionar as vendas externas são as carnes, o açúcar e o café.

Enquanto o setor agrícola irá gerar um enorme saldo para a balança, a categoria de bens de capital irá apresentar déficit de US$ 37,7 bilhões-quase US$ 12 bilhões a mais que em 2009.

O crescimento da economia e a restrita competitividade das exportações brasileiras de máquinas são os principais motivos para o aumento do déficit da categoria, diz a consultoria.

"Os dados mostram que é o agronegócio que irá financiar mais uma rodada de modernização da indústria brasileira."

Com o reajuste no preço do minério de ferro, as exportações do produto irão saltar dos US$ 13,2 bilhões em 2009 para os US$ 19,6 bilhões neste ano, segundo a consultoria. Essa alta, porém, não será suficiente para dar um alento à balança.

Fonte:
Folha de São Paulo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário