Meirelles diz que próximo presidente não deve manipular câmbio

Publicado em 26/04/2010 16:49 215 exibições
 

O próximo presidente do Brasil deve evitar manipular o câmbio para manter a inflação sob controle, disse o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, nesta segunda-feira.

Falando a investidores em Nova York após uma pesquisa ter mostrado mais uma alta nas expectativas de inflação, Meirelles disse que ninguém duvida de que o Brasil é capaz e de que está comprometido em conter a alta dos preços.

Ele afirmou que "flutuações de curto prazo" nas expectativas do mercado são normais, mais que os investidores ainda preveem que a inflação caia nos próximos anos.

"Evidentemente é importante que o próximo governo mantenha a inflação na meta", disse Meirelles em evento organizado pela Câmara do Comércio Brasil-Estados Unidos.

"Se você tentar manipular o câmbio, tentar reduzir artificialmente, evidentemente a inflação vai subir e você terá uma surpresa inflacionária."

O mercado elevou pela 14ª semana seguida sua previsão para a inflação neste ano, para 5,41%, segundo o relatório Focus. A taxa é superior ao centro da meta, de 4,5%.

Perguntado se a ansiedade relacionada às eleições pode estar alimentando as expectativas de inflação, Meirelles disse que não entraria no assunto na véspera da reunião de dois dias em que o Banco Central decidirá sobre política monetária.

As expectativas de que o BC elevará a Selic em 0,75 ponto percentual, para 9,5%, na quarta-feira aumentaram após Meirelles ter dito no fim de semana em Washington que o banco "vai adotar medidas fortes para garantir que a inflação atinja a meta no horizonte relevante."

Meirelles disse que conversou com Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência, e que ela garantiu a ele que seu governo não mudaria o rumo da política econômica.

"Eu não tenho falado com os outros candidatos, mas tenho certeza de que a sociedade brasileira exige estabilidade", acrescentou.

Fonte:
FSP

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário