Governo investe na capacidade de armazenagem nas fazendas

Publicado em 08/06/2010 07:24 e atualizado em 08/06/2010 08:00 819 exibições
Para dobrar a capacidade de armazenamento nas fazendas, o governo federal decidiu aumentar em 100% os recursos do Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem (Moderinfra). O investimento faz parte do Plano Agrícola e Pecuário 2010/2011, anunciado nesta segunda-feira (7), em Brasília, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi. O maior plano agrícola da história vai destinar R$ 100 bilhões para a agricultura empresarial financiar a nova safra.

O Moderinfra terá R$ 1 bilhão para o próximo ciclo agrícola, destinado à construção, adequação e manutenção de armazéns. A intenção é ampliar de 15% para 30% a capacidade total de estocagem de produtos agrícolas nas propriedades rurais num período de cinco anos. “A possibilidade de manter uma quantidade maior da produção agrícola nas mãos dos próprios agricultores permite a escolha da hora mais adequada para a comercialização e, consequentemente, ganho de renda para o produtor”, diz o ministro Wagner Rossi.

Ele enfatiza que os investimentos em armazenagem são cada vez mais importantes, já que o País vem batendo, gradativamente, recordes na produção de grãos. Na atual safra, a produção deve atingir 147 milhões de toneladas. A capacidade estática de armazenamento no Brasil, incluindo estabelecimentos públicos e privados, é de 123 milhões de toneladas.

Condições - O produtor interessado na linha de financiamento para construir armazéns em sua fazenda poderá contratar até R$ 1,3 milhão pelo Moderinfra, a juros de 6,75% ao ano. Quando se tratar de empreendimentos coletivos, o limite de financiamento sobe para R$ 4 milhões. O prazo máximo de reembolso dos recursos para novas operações passa de oito para 12 anos, com três anos de carência.

Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário