Receita com venda externa de café sobe 19% em maio

Publicado em 09/06/2010 13:04 335 exibições
As exportações brasileiras de café no mês de maio alcançaram um volume de 2.482.965 sacas, para uma receita de US$ 391.848 milhões. O balanço, divulgado ontem pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), aponta pequena variação (0,6%) para menos na quantidade do produto embarcado no mesmo mês do ano passado, de 2.497.938 de sacas exportadas e, em contrapartida, variação positiva de 19,3% na receita (em maio de 2009, a receita obtida chegou a US$ 328.413).

Conforme o balanço do Cecafé, no gráfico mensal de Participação por Qualidade, o café arábica responde por 84% das vendas do País, enquanto o solúvel, por 11%, e o robusta, por 5% das exportações brasileiras do grão.

No acumulado do ano-safra, o balanço divulgado ontem pela entidade aponta que o Brasil exportou 29.981.351 sacas, para uma receita de US$ 4.496.542.

Em relação aos mercados compradores, a Europa surge com 55% de participação da importação do produto brasileiro no período janeiro a maio, enquanto América do Norte responde por 20%, a Ásia por 17%, e a América do Sul por 5%.

Na avaliação do Cecafé por países, a Alemanha mantém a liderança, com a aquisição de 2.286.130 sacas entre janeiro e maio, seguida pelos Estados Unidos, com 2.224.213, e a Itália, com 1.082.711. No quarto lugar está o Japão, com 866.059 sacas.

Nos principais portos de embarque do País, o resultado apurado pelo Cecafé indica que por Santos passaram 9.427.926 sacas no período de janeiro a maio (77,4% do total). Depois, aparece Vitória, com 1.330.327 sacas, (10,9%) e o Rio de Janeiro, com 1.059.480 sacas (8,7%).

Fonte:
DCI

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário