Bovespa segue NY de perto e retrai 0,40%; dólar vale R$ 1,78

Publicado em 17/06/2010 15:13 212 exibições

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) ainda registra perdas na jornada desta quinta-feira. As Bolsas americanas também caem, após a divulgação de uma nova bateria de dados da maior economia mundial. Na cena doméstica, a ata do Copom reforçou a percepção de que o Banco Central ainda vai aumentar os juros nos próximos meses.

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, retrai 0,40%, aos 64.489 pontos. O giro financeiro é de R$ 3,78 bilhões. Nos EUA, o índice Dow Jones (da Bolsa de Nova York) perde 0,37%.

O dólar comercial é cotado por R$ 1,781, em uma retração de 0,50%. A taxa de risco-país marca 229 pontos, número 2,23% acima da pontuação anterior.

O governo norte-americano reportou que o montante de pedidos iniciais pelo benefício do auxílio-desemprego atingiu 472 mil na semana passada, uma cifra bem superior à esperada por analistas (consenso em 453 mil).

Além disso, o índice regional do Federal Reserve da Filadélfia apontou que a atividade manufatureira no Estado cresceu em junho, mas em ritmo menor ao apresentado em maio. O indicador caiu para 8 neste mês, contra 21,4 no anterior.

Ainda nos EUA, o CPI (índice de preços ao consumidor) apontou deflação de 0,2% em maio, em linha com as expectativas do setor financeiro.

Na Europa, o leilão de títulos da dívida espanhola, com prazos de vencimento entre dez e 30 anos, teve forte demanda, com vendas de 3,5 bilhões (cerca de US$ 4,3 bilhões). Num momento em que o setor financeiro local está sob desconfiança dos mercados, a procura por esses papéis foi bem vista entre analistas.

No front doméstico, o Banco Central admitiu que ainda vê riscos elevados para a inflação. A análise faz parte da ata relativa à reunião em que elevou a taxa básica de juros de 9,50% para 10,25%. O BC ainda avalia a possibilidade de uma deterioração da cena externa, por conta da crise na Europa, mas revela que "não ser esse o cenário central com que trabalha".

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário