Bolsas da Europa atingem mínima em 3 semanas; bancos caem

Publicado em 29/06/2010 15:17 e atualizado em 29/06/2010 17:21 159 exibições

As Bolsas de Valores europeias atingiram o menor valor de fechamento em três semanas nesta terça-feira, quebrando um importante nível técnico, com dados ruins sobre a confiança do consumidor norte-americano alimentando preocupações sobre a recuperação econômica.

O FTSEurofirst 300, índice das principais ações da Europa, encerrou em baixa de 3,01%, para 995,82 pontos, ampliando perda preliminar quando o indicador registrou o menor fechamento desde 9 de junho.

A Bolsa de Londres fechou em baixa de 3,1% no índice FTSE 100, aos 4.914 pontos; a Bolsa de Frankfurt caiu 3,33% no índice DAX, para 5.952 pontos; a Bolsa de Paris perdeu 4,01% no índice CAC-40, indo a 3.432 pontos; a Bolsa de Milão teve desvalorização de 4,44% no índice Ftse/Mib, fechando aos 19.236 pontos; a Bolsa de Madri caiu 5,45% no índice Ibex-35, para 9.160 pontos; e a Bolsa de Lisboa encerrou em queda de 2,67% no índice PSI20, a 7.021 pontos.

Dados mostraram que a confiança do consumidor dos Estados Unidos caiu fortemente em junho após subir por três meses, devido a preocupações sobre o mercado de trabalho com a recente desaceleração na geração de empregos.

"Dado o ainda alto nível de otimismo sobre o crescimento, ainda há algumas decepções à frente de nós e isso será um fardo sobre os mercados de ações", disse Tammo Greetfeld, estrategista de ações do UniCredit.

As ações do setor financeiro foram as mais afetadas, com o índice bancário STOXX Europe 600 caindo 4,54%. Barclays, BNP Paribas, Société Générale e Crédit Agricole perderam entre 6,3% e 7,9%.

Fonte:
Reuters, Londres

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário