Bolsas asiáticas sobem após divulgação de relatório do FMI

Publicado em 08/07/2010 08:47 159 exibições
As bolsas asiáticas voltaram a traçar trajetória de alta depois que Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou relatório indicando que os graves problemas orçamentários na zona do euro não inviabilizarão a recuperação da economia mundial.

No Japão, o índice Nikkei 225 da bolsa de Tóquio subiu 2,76%, para 9.535,74 pontos, enquanto em Hong Kong, o índice Hang Seng teve valorização de 0,97%, aos 20.050,56 pontos. Na bolsa de Taipé, o Taiwan Taiex registrou 0,99% de ganho, aos 7.608,85 pontos e, em Seul, o índice Kospi avançou 1,37%, para 1.698,64 pontos.

Na Austrália, os negócios ainda foram impulsionados pelos dados de emprego, que vieram acima do esperado. A Agência de Estatísticas da Austrália informou que foram criadas 45,9 mil vagas no país em junho, com a taxa de desemprego permanecendo estável em 5,1%. Em resposta aos dados positivos, o índice S & P/ASX 200, da bolsa de Sydney, avançou 2,40%, para 4.356,70 pontos. A avaliação do FMI sobre a economia global amenizou as tensões no mercado. A instituição elevou sua expectativa para o crescimento mundial de 4,2% para 4,6%, mas alertou que a economia mundial ainda carece de atenção. Vários fatores, segundo a entidade, ainda representam risco para a saúde global, como a solidez dos bancos europeus, as questões relacionadas às reformas necessárias no Velho Continente e a fraqueza do mercado imobiliário nos Estados Unidos.

Outro dado, vindo dos Estados Unidos, também influenciou positivamente os negócios. A entidade que reúne os shoppings centers no país informou que as vendas no varejo estão crescendo no ritmo mais acelerado dos últimos quatro anos. A expectativa é de que a taxa média de vendas no varejo tenha crescido 4% ao mês nos primeiros cinco do ano fiscal do setor, que teve início em 31 de janeiro. Os dados devem ser divulgados oficialmente ainda hoje.

A exceção ficou com o mercado chinês, que contrariando o movimento na Ásia voltou ao campo negativo. O índice Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, recuou 0,25%, para 2.415,15 pontos, com os investidores receosos a respeito das medidas para conter o aquecimento do país.

Fonte:
Valor Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário