Commodities e banco puxam alta nas bolsas europeias

Publicado em 09/08/2010 09:38 204 exibições
As principais bolsas europeias operavam em alta nesta segunda-feira, acima dos níveis de resistência, recuperando-se ante as perdas agudas da sessão anterior, com o setor de commodities puxandos os ganhos na esteira dos preços dos metais e petróleo.

A crescente expectativa de que o Federal Reserve (FED, o banco central americano) terá que comprar bônus mais cedo que o esperado também dava suporte, antes da reunião do FED na terça-feira.

Às 7h51 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas europeias, exibia alta de 1,29%, a 1.070,33 pontos.

"O mercado se recuperou após os dados de postos de trabalho nos Estados Unidos e um fim de semana sem notícias ruins no mercado", disse Simon Denhman, diretor executivo da London Capital Group.

"A Europa superou os níveis de resistência recentes, mas o FTSE 100 ainda tem de ultrapassar os 5.420 pontos, o índice Dow Jones tem que ficar acima de 10.700 pontos e o S&P 500 tem que ficar acima de 1.128, para que possam subir mais", afirmou Denhman

As ações de mineradoras eram procuradas, com o cobre subindo 1% graças a um dólar mais fraco e expectativas de melhora na demanda caso o FED afrouxe ainda mais a política monetária.

Antofagasta, BHP Billiton, Rio Tinto e Xstrata subiam entre 1,2% e 1,6%.

Ações de petrolíferas se valorizavam com a alta de 1,1% no preço do petróleo. A British Petroleum (BP) tinha ganho de 1,9% depois ter afirmado no domingo que testes mostraram que a vedação de cimento instalada no poço rompido no Golfo do México continua funcionando bem.

O setor bancário também se recuperava das perdas de sexta-feira, com o índice do setor subindo 1,3%. Société Générale, BNP Paribas e Barclays ganhavam de 2,2% a 2,8%.

Fonte:
Terra

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário