Operações de crédito para agricultura ganham ritmo

Publicado em 17/09/2010 07:34
213 exibições
As operações de crédito para o plantio da safra 2010/2011 ganharam ritmo nas últimas semanas e, de acordo com as operadoras de crédito, não será por falta de dinheiro que o produtor paranaense ficará sem plantar nesta safra.

Em anos anteriores, os produtores tinham algumas dificuldades porque o Plano Safra acabava lançado depois que se iniciava o ano safra, mas desde o ano passado o plano é lançado em junho, dando tempo para que as instituições bancárias adaptem seus sistemas.

De acordo com o analista de Crédito Jean Paulo Matos, da Agrocredi, empresa de análise e cobrança parceira da Cocamar, neste ano, a empresa avaliou aproximadamente 400 propostas de crédito para agricultores que pretendiam adquirir insumos junto à Cocamar.

"A maioria dos produtores consegue comprar diretamente na cooperativa, sem precisar de análise de consultorias especializadas". Em suma, todos os produtores ligados a cooperativas na região de Maringá tiveram crédito para fazer o plantio.

Brasil

Os recursos aplicados no crédito rural em custeio, investimento e comercialização para a agricultura empresarial, na safra 2010/2011, alcançaram R$ 8,8 bilhões em julho. O valor é 18% superior ao mesmo mês do ano passado, chegando R$ 1,4 bilhão.

Representantes da área econômica do governo e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento fizeram a primeira avaliação após o anúncio do Plano Agrícola e Pecuário 2010/2011, em junho.

Os recursos para a safra atual são de R$ 100 bilhões, apenas na agricultura empresarial, além de R$ 16 bilhões destinados à agricultura familiar.
Fonte: O Diário

Nenhum comentário