Alimentos puxam aceleração do IPC-S em setembro

Publicado em 01/10/2010 10:02
261 exibições
O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu para 0,46% na última semana de setembro, acima da taxa de 0,40% registrada na semana anterior, puxado pela taxa do grupo Alimentação.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (1/10) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Com este resultado, o índice acumula alta de 3,82% no ano, e 4,36%, nos últimos 12 meses.

O grupo Alimentação (0,63% para 0,84%) registrou as maiores influências positivas no índice, uma vez que quatro dos cinco itens que mais contribuíram para a formação da taxa do IPC-S pertencem a esta classe de despesa.

Merece destaque a evolução dos seguintes itens: limão (29,55% para 36,49%), pão francês (2,08% para 2,17%) e alcatra (3,97% para 4,63%).

Também contribuíram para a aceleração os grupos Vestuário (0,89% para 1,00%), Educação, Leitura e Recreação (0,22% para 0,30%), Habitação (0,29% para 0,32%) e Despesas Diversas (0,17% para 0,21%).

Os itens roupas (1,12% para 1,22%), show musical (0,15% para 5,68%), taxa de água e esgoto residencial (1,07% para 1,32%) e alimento para animais domésticos (2,02% para 2,46%), respectivamente, tiveram maior peso em cada uma destas classes de despesa.

No sentido oposto, o grupo Transportes (0,09% para -0,01%) apresentou queda em sua taxa de variação, cuja principal contribuição partiu da gasolina (0,02% para -0,31%).

Já o grupo Saúde e Cuidados Pessoais repetiu a taxa registrada na última apuração, que foi de 0,44%.
Fonte: Brasil Econômico

Nenhum comentário