Dilma mostrou quem ela é, diz Serra na saída do debate

Publicado em 11/10/2010 08:51
565 exibições
Na saída do debate da Band, o candidato José Serra (PSDB) comentou o desempenho dele e de Dilma Rousseff (PT).

"A Dilma foi mais Dilma. Mostrou quem ela é", disse. Ele não quis explicar o que quis dizer com a afirmação.

Serra afirmou que o tom mais acalorado do debate não foi escolha dele, mas de Dilma.

"Se dependesse de mim, pensava em discutir muito mais propostas".

O presidenciável tucano disse acreditar que a candidata petista mudou a estratégia para usar "frases soltas, pinçadas" no horário eleitoral.

"Não vou fazer essa campanha de ódio", disse.

Ele deu de ombros quando perguntado sobre a conveniência do tom adotado por Dilma.

Sobre a acusação de Dilma de que sua mulher, Monica Serra, teria afirmado que a petista é "a favor da morte de criancinhas", o tucano disse que não sabia do que a candidata estava falando.

Ciro

O presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, fez piada sobre o tom mais forte adotado por Dilma no debate.

"É a primeira vez que o Ciro Gomes entrou na campanha", disse, referindo-se ao temperamento forte do deputado.

Ciro virou coordenador da campanha de Dilma na semana passada.

Marqueteiro

O marqueteiro de Serra, Luiz Gonzalez, afirmou que foi surpreendido pela ofensiva da candidata petista. Segundo ele, o tom adotado não é compatível com alguém que está na frente nas pesquisas.

Ele lembrou a estratégia adotada por Geraldo Alckmin (PSDB) contra Lula em 2006 --o tucano adotou um tom mais agressivo contra Lula no primeiro debate do segundo turno--, que foi elogiada na saída do debate, mas se mostrou nociva.

"Nós caímos nas pesquisas por uma semana", disse Gonzalez, que também era o marqueteiro de Alckmin à época.
Fonte: Folha Online

Nenhum comentário