Agronegócio Paulista: Saldo de janeiro a setembro cresce 30%

Publicado em 14/10/2010 14:33
219 exibições

O saldo da balança comercial do agronegócio paulista alcançou US$9,05 bilhões, 30,2% superior ao mesmo período do ano passado (janeiro a setembro). É o que mostra estudo do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. As exportações do setor também cresceram, atingindo US$14,80 bilhões neste período (29,8% de aumento), enquanto as importações cresceram 29,2%, somando US$5,75 bilhões.

Os quatro principais agregados de cadeias de produção nas exportações paulistas foram: cana, açúcar e álcool (US$6,74 bilhões), carne bovina (US$2,05 bilhões), produtos florestais (US$1,49 bilhão), frutas (US$ 1,35 bilhão).

No balanço geral do comércio exterior paulista, há que se destacar que as importações nos demais setores, tirando o agronegócio, somaram US$43,84 bilhões e as exportações totalizaram US$22,77 bilhões, gerando um déficit externo desse agregado, de US$21,07 bilhões de janeiro a setembro de 2010. Assim, conclui-se que o comércio exterior paulista seria bem mais deficitário não fosse o desempenho dos agronegócios estaduais.

Segundo os pesquisadores do IEA, José Sidnei Gonçalves e José Roberto Vicente, o câmbio valorizado barateia as importações e reduz a competitividade das exportações. Seu impacto imediato se dá sobre as economias agroindustriais em maior grau do que nas economias de bens primários. Por isto, o estado de São Paulo sofre de maneira diferenciada comparado as outras unidades da federação. Alguns indicadores evidenciam isto. No contexto nacional, 53,97% do valor das exportações corresponderam a produtos básicos, aqui em São Paulo, os produtos básicos representaram apenas 18,03% e a participação de produtos industrializados dos agronegócios se mostra muito maior (81,97%).

O estudo completo está à disposição no site do IEA www.iea.sp.gov.br

Fonte: Secr. de Agr. de SP

Nenhum comentário