Exportações do agronegócio de Minas Gerais aumentam 30,3%

Publicado em 22/10/2010 13:46
303 exibições
Melhores preços reforçam posição do café de Minas no exterior
A receita das exportações do agronegócio mineiro alcançou US$ 5,3 bilhões nos nove primeiros meses deste ano. O valor é 30,3% maior que o registrado no mesmo período de 2009, segundo dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
 
De acordo com o superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria da Agricultura de Minas Gerais, João Ricardo Albanez, o valor obtido com a comercialização dos produtos do agronegócio mineiro equivale a 24,2% do registrado pelas exportações totais do Estado nos nove primeiros meses deste ano. Ele destaca os resultados obtidos com a venda do café, principal produto de exportação do agronegócio mineiro e segundo no quadro das exportações totais do Estado, atrás do minério de ferro.
 
A comercialização do café, nos nove primeiros meses deste ano, gerou uma receita da ordem de US$ 2,6 bilhões. Houve, portanto, um aumento de 30,2% em relação à cifra obtida com as vendas internacionais do nosso café nos nove primeiros meses de 2009, diz o superintendente.
 
Já o volume do produto mineiro colocado no mercado internacional entre janeiro e setembro de 2010 foi de 957,2 mil toneladas, um aumento de 7,7% em relação ao registrado no mesmo período de 2009. Embora esse crescimento dos embarques seja expressivo, o superintendente observa que foi fundamental, no período, a valorização do produto. Ele informa que, nos nove primeiros meses deste ano, o café produzido no Estado alcançou no exterior uma cotação média de US$ 2,8 mil a tonelada, um aumento de 20,8% em relação ao preço obtido entre janeiro e setembro do ano passado.
 
Açúcar: momento favorável
 
As exportações mineiras de açúcar, entre janeiro e setembro de 2010, também foram expressivas e, de acordo com Albanez, um dos principais fatores para o sucesso das vendas é que diversos países, principalmente a Índia, reduziram a oferta enquanto houve aumento da demanda mundial. O produto de Minas obteve a receita de US$ 748,1 milhões, um crescimento de 105,3% na comparação com os nove primeiros meses do ano passado.
 
De acordo com os dados do MDIC, o aumento do volume embarcado de açúcar pelo Estado também foi expressivo. Até setembro de 2010, foram 1,7 milhão de toneladas, 47,7% superior ao registrado no mesmo período de 2009. 
 
 
Carnes e madeira
 
A exportação de carne bovina gerou uma receita de US$ 243,4 milhões, equivalente a um aumento de 16% na comparação com os negócios realizados nos nove primeiros meses de 2009.  Já os negócios internacionais com a carne de frango de Minas somaram US$ 172 milhões. Um aumento de 30% em relação ao ano passado.
 
Albanez destaca também a exportação mineira de madeiras e derivados no acumulado de janeiro a setembro. A receita de US$ 550,8 milhões, neste segmento, teve uma evolução de 84,2%. Este valor foi obtido apesar da redução de 4,5% no volume exportado. A retração da quantidade embarcada foi compensada, no período, pelo aumento do preço do produto no mercado internacional, explica
 
Fonte: Secr. de Agr. de SP

Nenhum comentário