FED se compromete a injetar US$ 600 bilhões na economia até junho

Publicado em 03/11/2010 16:33
241 exibições
O banco central dos EUA, o Federal Reserve, anunciou que deve injetar na economia americana um montante de US$ 600 bilhões até o segundo trimestre de 2011. Economistas do setor financeiro estimavam uma quantia na casa dos US$ 500 bilhões.

O chamado "Fed" reportou que deve oferecer esses recursos a razão de US$ 75 bilhões por mês, através da compra de títulos do Tesouro norte-americano de longo prazo no mercado financeiro.

Essa rodada de estímulos à economia era amplamente aguardada pelo mercado financeiro, que inicialmente orçava esses estímulos na casa de US$ 1 trilhão, montante que alguns economistas ainda aguardavam. Nas últimas semanas, no entanto, declarações esparsas de representantes do BC americano levaram muitos analistas a rebaixarem suas projeções para a casa dos US$ 500 bilhões.

Pesou sobre as expectativas a bateria de indicadores econômicos melhores do que o previsto das semanas recentes. Hoje, um levantamento privado bastante monitorado pelos mercados ajudou a reforçar essa percepção. O relatório da consultoria ADP apontou a criação de 43 mil vagas no mercado de trabalho privado nos EUA (já descontadas as demissões). O saldo é bem superior às expectativas do setor financeiro --o consenso entre economistas estava em torno de 20 mil postos criados.
Fonte: Folha Online

Nenhum comentário