Bolsas da Ásia sobem por tecnologia e matérias-primas

Publicado em 02/12/2010 08:37 152 exibições
A Bolsa de Tóquio atingiu o maior patamar em cinco meses antes de uma reunião do BCE (Banco Central Europeu) nesta quinta-feira, em que os investidores especulam que pode instituir novas medidas para conter a crise fiscal da zona do euro.

Os ganhos na Ásia seguiram a alta de 2% em Wall Street na quarta-feira, que foi liderada por companhias mais sensíveis a pontos de virada econômica e a uma venda de títulos dos EUA que aconteceu após dados que mostraram força no mercado de trabalho e setor industrial.

Mas os mercados continuaram nervosos, mesmo depois do pacote de resgate de 85 bilhões de euros à Irlanda. Investidores têm perdido confiança de que Portugal e Espanha e talvez outras nações possam escapar de destino similar ao irlandês. Isso cria uma perspectiva de que o BCE vai anunciar medidas para manter o dinheiro circulando no sistema financeiro.

"A crise de dívida soberana está mostrando sinais de se transformar em uma crise bancária e de liquidez", disse Todd Elmer, estrategista de moedas no Citi, em Cingapura.

Em um sinal de que investidores estão longe de estarem movidos por uma onda de otimismo, as ações da Toyota caíram 0,6% depois que a maior montadora de veículos do mundo divulgou que as vendas nos Estados Unidos caíram 3% em novembro ante uma alta de 17% da indústria.

A Bolsa de Tóquio subiu 1,81%, para o maior fechamento desde 22 de junho, com volume crescente de negócios.

O Goldman Sachs afirma que o Nikkei vai subir 20% em relação aos níveis atuais em 2011. A instituição baseia a aposta na consideração de que o Japão continuará a afrouxar política monetária no próximo ano mesmo com aperto por parte de outros bancos centrais.

O índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico, exceto Japão, subiu 1,54% nesta quinta-feira, depois de tombar para o menor patamar em 2 meses na segunda-feira. A performance foi guiada pelos setores de tecnologia e matérias-primas.

A Bolsa de Xangai teve valorização de 0,71%, Hong Kong apurou ganho de 0,86% e Seul registrou alta de 1,09%. Em Taiwan, a Bolsa subiu 0,77% e Cingapura apurou 0,5% de ganho. A Bolsa de Sydney fechou em alta de 1,95%.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário