Inflação ao consumidor arrefece em SP; alimentos recuam

Publicado em 23/02/2011 08:55 99 exibições
A inflação ao consumidor em São Paulo continuou a desacelerar na terceira quadrissemana de fevereiro, com menores pressões de educação e transportes e com deflação de alimentos.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) avançou 0,70 por cento na terceira leitura de fevereiro, ante alta de 0,95 por cento na segunda quadrissemana, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta quarta-feira.

É a menor taxa quadrissemanal desde o primeiro resultado de janeiro, quando o índice subiu 0,61 por cento.

Os custos de Educação subiram 1,50 por cento agora, comparado a 3,48 por cento antes. Esses preços sobem sazonalmente no começo do ano, refletindo reajustes de mensalidades e materiais escolares.

Os preços de Transportes também perderam força, com alta de 1,87 por cento na terceira quadrissemana, contra 2,47 por cento na leitura anterior.

Os de Alimentos mostraram deflação, com queda de 0,31 por cento, após alta de 0,06 por cento na segunda quadrissemana

Os custos de Habitação avançaram mais, em 0,69 por cento na terceira quadrissemana, seguindo a elevação de 0,67 por cento na segunda quadrissemana. O item Despesas Pessoais também subiu, alcançando 1,09 por cento ante 0,90 por cento.

Fonte:
Reuters

0 comentário