Mercado reduz previsão de Selic em 2011

Publicado em 28/03/2011 08:59 252 exibições
O mercado elevou as previsões de inflação neste ano e no próximo, mas reduziu o prognóstico para a taxa Selic em 2011, refletindo a visão crescente no mercado de que o Banco Central pode adotar medidas macroprudenciais, reduzindo assim o ritmo do aperto monetário.

A previsão de inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu de 5,88 para 6 por cento, na terceira semana de alta, mostrou o relatório Focus divulgado pelo BC nesta segunda-feira. Para o ano que vem, o número subiu de 4,80 para 4,91 por cento.

A meta de inflação de ambos os anos tem centro em 4,50 por cento e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo. Em 2010, quando a meta era a mesma, a inflação foi de 5,91 por cento.

A projeção para a inflação nos próximos 12 meses também aumentou, para 5,45 por cento, comparado a 5,36 por cento.

O relatório mostrou ainda que o mercado reduziu a previsão para o juro básico no fim de 2011 de 12,50 para 12,25 por cento. Para 2011, ela manteve-se em 11,25 por cento.

Na semana passada, o BC anunciou ajustes técnicos nas regras de recolhimento dos compulsórios sobre recursos a prazo, posição vendida de câmbio e na exigibilidade adicional sobre depósitos. Apesar de dizer que o impacto sobre a liquidez seria neutro, o mercado viu no movimento espaço para novos aumentos.

Além disso, analistas veem lendo em declarações do BC disposição de adotar mais medidas macroprudenciais para acompanhar o aperto monetário feito no ano, que, assim, poderia ser mais moderado.

A estimativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano foi reduzida pela quinta semana, de 4,03 por cento para 4,00 por cento. Para 2012, ela passou de 4,40 por cento na semana anterior, para 4,30 por cento.

Fonte:
Reuters

0 comentário