PIB da China cresce 9,7% no primeiro trimestre de 2011

Publicado em 15/04/2011 07:56 360 exibições
A economia chinesa cresceu 9,7% nos três primeiros meses de 2011, superando, assim, as estimativas de expansão de 9,4%. Cabe lembrar que, nos últimos três meses de 2010, o Produto Interno Bruto (PIB) do país teve expansão de 9,8%.

Segundo o Departamento Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês), o PIB chinês somou 9,631 trilhões de yuans (US$ 1,459 trilhão).

 “A economia chinesa teve um bom começo de ano, com crescimento estável e relativamente rápido”, disse o porta-voz da NBS, Sheng Laiyun. Ele comentou que o resultado do PIB do trimestre vai de encontro com os controles macroeconômicos adotados no país.

Também foi divulgado que os investimentos fixos em ativos urbanos deram um saldo de 25% no trimestre, no comparativo anual, somando 3,94 trilhões de yuans (US$ 607 bilhões).

Inflação ao consumidor na China é a maior em 32 meses

A inflação ao consumidor chinês subiu 5,4% em março, na comparação com um ano antes. A leitura é maior em 32 meses e supera a previsão de 5,2% para o indicador no período e os 4,9% registrados em fevereiro. No trimestre, a inflação ficou em 5%.

Firme alta de preços também no atacado. O índice de preços ao produtor mostrou elevação de 7,3% em março, sempre no comparativo anual. A variação é maior em 30 meses. Em fevereiro, a inflação tinha sido 7,2%. Entre janeiro e março, o avanço correspondeu a 7,1%.

Tal comportamento dos preços, mesmo após duas elevações de juros pelo Banco Central da China, cria espaço para que novas ações restritivas por parte da autoridade monetária sejam tomadas.

Vale lembrar que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) também surpreendeu para cima no trimestre, mostrando alta de 9,7%, contra estimativas de avanço de 9,4%.

Fonte:
Valor Online

0 comentário