IPC-S avança no início de maio puxado por alimentação e roupas

Publicado em 09/05/2011 08:52 159 exibições
A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) teve a maior alta em três meses no início de maio, puxado por alimentos e vestuário, segundo dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O indicador apresentou variação de 1,05%, 0,10 ponto percentual acima da taxa registrada na última divulgação. Esta foi a maior taxa do IPC-S desde a primeira semana de fevereiro de 2011, quando o índice registrou variação de 1,16%.

De acordo com a FGV, quatro das sete categorias analisadas registraram avanços em suas: Alimentação (1,04% para 1,26%), Habitação (0,47% para 0,63%), Vestuário (1,34% para 1,60%) e Educação, Leitura e Recreação (0,32% para 0,35%).

Neste início de mês, os itens que mais contribuíram para o avanço da inflação foram: hortaliças e legumes (4,20% para 5,77%), taxa de água e esgoto residencial (0,42% para 1,29%), roupas (1,51% para 2,08%) e salas de espetáculo (1,68% para 1,83%), respectivamente.

Na outra ponta, segundo o levantamento da FGV, registraram desaceleração os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (1,10% para 1,06%), Transportes (2,10% para 1,94%) e Despesas Diversas (0,81% para 0,76%).

Fonte:
Valor Online

0 comentário