TO quer manter índice recorde de vacinação

Publicado em 16/05/2011 08:28 164 exibições
Depois de atingir a taxa recorde de imunização de 99,5% dos 3,5 milhões de animais em idade vacinal, na campanha do ano passado, Tocantins pretende manter a média na primeira etapa do calendário nacional de vacinação contra a febre aftosa em 2011.

Desde o dia 1º deste mês, cerca de 7,9 milhões de animais do rebanho estadual, independentemente da faixa etária, recebem doses da vacina. A imunização segue até 31 de maio. Depois do encerramento do prazo, os criadores têm até dez dias para entregar a declaração de vacinação num dos 139 Escritórios de Atendimento à Comunidade (EACs).

O responsável pelo Programa Nacional de Erradicação e Prevenção a Febre Aftosa (PNEFA) no estado, Luis Eduardo Rocha, afirma que a atenção é maior nos sete municípios que integram a zona de proteção - Barra do Ouro, Campos Lindos, Goiatins, Lizarda, Mateiros, Recursolândia e São Félix do Tocantins.

As cidades estão situadas na região que faz divisa com Maranhão e Piauí - estados com status de risco médio para aftosa - e passaram a ser reconhecidas pelo Ministério da Agricultura como livres da doença com vacinação apenas no final de 2010. O restante do Tocantins é classificado como imune à aftosa com aplicação de vacina pela Organização Internacional de Saúde Animal (OIE, sigla em inglês) desde 2000. “Nesses municípios há uma intensificação das vacinações acompanhadas e fiscalizadas pelo serviço oficial”, ressalta Luis Eduardo Rocha.

Para mobilizar os produtores na tentativa de manter o alto índice de vacinação do rebanho, a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) criou o slogan “Gado Vacinado: No Tocantins essa moda já pegou”. De acordo com Rocha, antes e durante a etapa de vacinação, também são realizadas palestras e dias de campo direcionados aos pecuaristas.

Na segunda fase da campanha, em novembro, a imunização será parcial, pois somente serão vacinados os animais com até 24 meses de idade.

Fonte:
Mapa

0 comentário